domingo, 13 de fevereiro de 2011

Podia escrever um post pela manhã

Diria que chove, diria que sonhei com uma casa aonde já não volto. Podia dizer também que acordei e acordo recorrentemente com músicas bonitas a ecoar na cabeça em repeat para o dia todo. Deixam-me triste. Mencionaria ainda os domingos e a depressão pós-copos, aludiria à vida simples dos outros e aos meus quadros - dois velhos, dois novos - ainda por pendurar.

Seria um post longo porque teria muito para dizer. Enfadaria, seguramente. Outro post, um post palerma, um post sarcástico, um post inocente, não serve para hoje de manhã. O Richard Lanham ensinou-me em 2006 sobre a saturação de gordura no texto. Desde então, nunca mais consegui escrever uma palavra que fosse vazia.

Assim, não haverá post hoje pela manhã.

3 comentários:

Joana Pinto Coelho disse...

Olá,
Não sei por que motivo mas, acabada de chegar pela primeira vez ao Quinto Esquerdo Trás, li este texto e quis ter sido eu a escrevê-lo. Gostei do que li mais para trás. Vou voltar.

Calíope disse...

Oh Wiwia, uma pessoa lê isto e fica a pensar nos autênticos buracos negros que escreve... Vou ver se arranjo um regime pouco calórico para os meus posts.

Wiwia disse...

Não faças dietas malucas, M.C.
:)